fev 032011
 

Monge… uma questão que sempre me intrigou: Tostines é fresquinho porque vende mais? Ou vende mais porque é mais fresquinho? (Desculpe o merchan). (José Antonio)

Meu caro José Antonio, sobre o “efeito Tostines” e outras contradições do gênero, recomendo a leitura de uma pergunta respondida há alguns meses, sobre o ovo e a galinha. Mas relaxe que o Monge não liga para merchandising. Aliás, não entendo patavinas. Nem sei quem teria que dar dinheiro para quem em uma ação de uso indevido da marca, por exemplo.

Mas enfim, o meio publicitário é muito chato mesmo. Muito ego e pouca criatividade, proporcionalmente. Dezenas de cabeças geniais, confinadas em uma agência com o nobre objetivo de terem “grandes ideias” para aumentar a venda de um determinado produto. De vez em quando surgem algumas boas sacadas, como a famigerada “dúvida cruel” das bolachas Tostines. Mas no geral, clichês e piadinhas sem graça dão o tom dominante.

É a essência da comunicação: todo mundo sempre tem alguma coisa a dizer. Principalmente na hora de vender. O bom vendedor não apenas convence o consumidor de que o produto é bom, mas principalmente o convence a dar o seu dinheiro por aquele produto. É aí que entra a publicidade. Uma piada aqui, uma bela mensagem ali, e o tal consumidor sente simpatia pela marca, torna-se atraído pelo produto. E inicia um relacionamento com aquela empresa, que lhe oferece um produto de forma tão convincente. Mesmo que, no futuro, esta relação acabe em ódio e frustração. No mercado, a monogamia não funciona bem. Toda marca é promíscua por excelência.

out 252010
 
A Cidade
Acesso único no trânsito deixa 42 bairros isolados em Ribeirão

CI – Incompetência.

Gazeta Ribeirão

CI – –

O Estado de São Paulo

Apoio do BNDES a frigoríficos ajudou a desmatar Amazônia

CI – O ser humano existir faz isso.

Folha de São Paulo
Estatais ampliam quadros em 30% no governo Lula

CI – Meio cabide, meio reposição..

Correio Braziliense
Superbactéria desafia autoridades

CI – Igual corrupto.

Estado de Minas
Brasil Tiririca: Um mal que desafia candidatos

CI – Brasil demais candidatos: um mal que desafia a sociedade.

O Globo
Quem é esse eleitor?

CI – Indeciso ou descrente?

Jornal do Brasil
Lula nomeará ministro do STF após as eleições

CI – O presidente do judiciário.

Zero Hora
A vida depois do crack

CI – Eles pensam no futuro deles.

Valor Econômico

Sem edições aos fins de semana.

Revistas

Carta Capital
Uma guerra tucana

CI – E midiática.

Época
Serra X Dilma

CI – Desgastante.

Veja
A verdade sobre os dossiês

CI – A verdade da Veja.

Istoé
Santos e santinhos de uma guerra suja

CI – Sem Santos.

Istoé Dinheiro
Como vender sua empresa

CI  – Anuncie.

Exame
A classe C cai na rede

CI – E todos atrás!

CI – Comentário Inconfidente

Manchetes – 08/08/2010

 Posted by at 10:45 am  Manchetes
ago 082010
 

A Cidade

RP tem taxa de tuberculose acima da média do estado

CI – Ar seco + falta de médicos.

Gazeta Ribeirão

Letalidade da Dengue supera limite da OMS

CI – A incompetência também supera.

O Estado de São Paulo

Lula deixará para sucessor conta de até R$ 90 bilhões

CI – Tradição.

Folha de São Paulo

BNDES repassa 57% dos recursos a 12 empresas
CI – Nunca ‘dantas’ neste País.

Correio Braziliense

O jogo duplo da elite do executivo

CI – Será todo político bipolar?

Estado de Minas

Antes do golpe, um tango

CI – Thales Maioline, golpista mineiro.

O Globo

Rio: novo Código Florestal ameaça a Mata Atlântica

CI – Sob encomenda.

Jornal do Brasil

Foro especial para juiz pode cair

CI – Mas o salário…

Zero Hora

DNIT descarta nova ponte no Guaíba antes de 2015

CI – Mas prometeram…

Revistas

Carta Capital

A hora da TV

CI – Propaganda Eleitoral Onerosa.

Época

Os novos evangélicos

CI – Endinheirados.

Istoé

Lula fala de sua vida após o governo

CI – Tanta coisa para acontecer ainda.

Veja

Falar e escrever bem: rumo à vitória

CI – Descobriram a pólvora.

Istoé Dinheiro

Comprei a empresa onde eu trabalhava

CI  – Chegou lá.

Exame

Google vai à guerra

CI – Se ficar o Google pega.

CI – Comentário Inconfidente