jan 112011
 

Por que Ribeirão Preto não está preparada para atender os cadeirantes? (Gilberto Caldeira)

Meu amigo Gilberto, acredito que Ribeirão Preto, como a maioria das grandes cidades do mundo, pensa nos problemas de seus habitantes até certo ponto. Não digo que haja necessariamente um jogo de interesses em não beneficiar os cidadãos cadeirantes, mas que as dificuldades de acessibilidade as quais eles enfrentam passam bem longe do pensamento cotidiano do cidadão comum, isso sim. Continue reading »

dez 232010
 

“Como é que o Papai Noel não se esquece de ninguém?” (Da canção natalina que todo mundo conhece)

Seja rico ou seja pobre, o velhinho sempre vem, não é isso? Em tempos em que até a grande mídia resolveu evocar a existência real do Papai Noel (para além da criação cultural da Coca-Cola), o Monge também quer elucubrar sobre o misterioso bom velhinho. Mas espere aí, a temática do Natal não era para ser sobre amor e compreensão, em homenagem ao aniversariante? Bem, já comentei por aqui que a festa de 25 de dezembro é muito antiga, tendo sido celebrada como aniversário de muitas outras divindades humanas. A data marca o fim do solstício de inverno no hemisfério norte, e tem a ver com renascimento, renovação, vida e morte, mudanças de era, cataclismas e afins. Mas isto é um assunto para outra oportunidade. Continue reading »