dez 282010
 

Qual foi o fato mais marcante de 2010? (De uma enquete em qualquer portal de notícias)

Com o fim do ano chegando, é hora das famigeradas retrospectivas. Em ano de Copa do Mundo e eleições, então, assunto é o que no falta quando o ano chega ao fim. Dá até um certo saudosismo do que se passou, ou até um alívio com relação as coisas ruins que ficaram para trás. Retrospectivas também são muito boas para o cidadão conseguir se localizar temporalmente, uma vez que muitos dos fatos mencionados são facilmente esquecidos e transferidos para a memória dos anos passados.

Vamos aos fatos mais relevantes (na opinião do Monge) de 2010. Tivemos a Copa do Mundo, sempre um evento folclórico. Este ano, ela foi marcada principalmente pelas auguras entre um técnico e uma emissora, pelo polvo profeta e pelos atributos pouco esportivos (porém saudáveis) de uma modelo e torcedora paraguaia. Nem vale a pena comentar sobre o pífio desempenho da seleção brasileira (muito menos botar a culpa apenas no Felipe Melo), mas vale parabenizar a Espanha pelo título inédito.

Inédita também foi a eleição da primeira mulher presidente do Brasil, assim como do primeiro palhaço deputado federal (até então, os palhaços eram apenas os eleitores). Nestas eleições, a internet teve um papel importantíssimo como local de discussão, informação e desinformação, principalmente. O que lembra que esta foi uma dos pleitos mais bizarros da história da democracia brasileira, com direito à farsa do Ficha Limpa (de que adianta fichar e incriminar, se depois vão recorrer e conseguir o mandato de qualquer jeito?), à censura ao humor político (talvez o mais bizarro dos fatos destas eleições) e à campanha presidencial mais sórdida de todas (que nem vale a pena comentar). Ainda bem que tudo isto já acabou, mas os efeitos serão sentidos por pelo menos mais quatro anos…

Engraçado como retrospectivas acabam dando a mesma importância a fatos completamente diferentes, como as chacinas criminosas no México, o desaparecimento da amante do goleiro (o Monge teria certeza da morte se encontrassem o corpo), os mineiros soterrados no Chile e as gafes das celebridades e subcelebridades. Não poderia faltar também a lembrança dos diversos desastres naturais que ocorreram em 2010: terremotos no Haiti e no Chile ( e muitos outros lugares), enchentes em diversas localidades do Brasil, nevascas, tufões, entre outros. A cada ano que passa, parece que a Natureza se revolta mais com nossa incômoda presença.

Para o Monge, no entanto, o mais significativo dos eventos de 2010 ocorreu já na reta final do ano, em novembro. O site Wikileaks divulgou uma série de documentos confidenciais “vazados” das centrais de inteligência de diversos países, especialmente dos EUA. O Wikileaks não é exatamente uma novidade, e não é a primeira vez que revelam documentos do gênero. No entanto, o teor das informações compartilhadas balançou como nunca o jogo de poder mundial, desestabilizando o cenário geopolítico como o conhecemos (ou como querem que conhecemos). E o responsável pelo site, sr. Julian Assange, avisa que em 2011 virá muito mais bomba por aí. É a História sendo construída, digna de ser acompanhada com toda a atenção.




Confira também

coded by nessus

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>