out 172010
 

por Alexandre Carlomagno (alexyubari@yahoo.com.br)

Neste final de semana estreou a versão mais longa de Avatar (2009), dirigido por James Cameron, intitulada (acredite se quiser) de Avatar: Edição Especial (Uau!). Como já não fui muito com a cara do filme na sua edição “não especial”, gostaria de compartilhar com você, caro leitor, 10 motivos para não assistir este filme. Aqui estão eles:

1. São 170 minutos (duas horas e cinqüenta minutos, eu disse!) de um “mexidão” cinematográfico indigesto, sem sabor algum e cujos ingredientes já foram utilizados à exaustão. Na verdade, mesmo com os belíssimos efeitos em 3D, Cameron conseguiu a proeza de construir algo do tipo “viu um, viu todos”.

2. Eles nem se importaram em criar uma arte promocional minimamente inventiva, então por que você deveria se deslocar da sua casa e pagar abusivos R$22 no ingresso?

3. Somadas, as cenas enxertadas no longa equivalem a oito minutos adicionais. Se o filme tivesse, por exemplo, 90 minutos de duração, então poderíamos até imaginar alguma diferença, mas eu já disse que são 170 minutos (duas horas e cinqüenta minutos!)?

4. Numa das sequências novas, dois Na’vis fazem sexo. Como? Conectando seus cabelos! Agora, você realmente quer pagar pra ver isso?

5. O filme é a maior bilheteria de todos os tempos, com impressionantes 2.1 bilhões – não sei o número exato, mas é por aí. Então, é óbvio que a Fox quer ganhar em cima de você, espectador, com essa desculpa esfarrapada de “edição especial”.

6. Dizem que Resident Evil 4: Recomeço, que emprega a mesma tecnologia utilizada por James Cameron, faz um uso melhor do 3D. Vá conferir.

7. James Cameron, com esse visual de senhora lésbica, renega Piranha 2: Assassinas Voadoras da sua filmografia. Era começo de carreira, Cameron. Nós entendemos. Aliás, depois disso você fez Exterminador do Futuro e, posteriormente, Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, então está perdoado. Aliás, rever qualquer “Exterminador” definitivamente vale mais a pena.

8. Por causa do Avatar, a partir de agora todo filme vai querer “jogar” coisas na nossa cara. O seu ingresso comprado incentiva esse tipo de atitude.

9. São apenas oito risórios minutos adicionais, o filme arrecadou mais de dois bilhões em bilheteria, então você com certeza já o assistiu.

10. Ah, está curioso para saber o que foi adicionado? Leia a descrição abaixo e decida você mesmo se vale o preço do ingresso:

• Durante o sobrevoo de Jake, Norm e Grace por Pandora há vários novos exemplares da fauna nativa. Criaturas voam ao lado da nave e manadas bebem água de um lago abaixo.

• Depois de ser deixado na floresta, Jake, Grace e Norm se embrenham na selva. Logo antes do primeiro encontro com o gigante “titanoteres”, somos apresentados ao interior da escola abandonada da Dra. Augustine.

• Quando Jake estabelece sua conexão com o banshee voador, depois da sequência de voo, temos uma nova cena de caçada, na qual um grupo de Na´Vi, liderados por Tsu’tey, persegue criaturas em suas montarias. Jake dá um rasante sobre o grupo e abate uma das criaturas.

• Depois que Jake é aceito como um Omaticaya e confessa seu amor por Neytiri sob a árvore das almas, a dupla junta suas tranças para uma orgásmica… dilatação de pupilas.

• Quando os supertratores chegam à casa da árvore Omaticaya e destroem a árvore das almas, vemos uma cena inédita da resistência dos Na’vi, com vítimas humanas.

• Depois da batalha final, Jake encontra o moribundo Tsu’tey – e os dois fazem as pazes. O guerreiro Na’Vi diz que tem grande orgulho de ter lutado ao lado do Toruk Macto e pede a Jake uma morte honrada. O humano então crava sua faca no dorso do Na’vi, realizando o desejo do guerreiro ferido.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(requerido)

(requerido)