mar 312010
 

Luiz Carlos Barbon Filho. Era esse o nome dele. Não o conheci, não reportarei aqui honras que não cabem a mim atribuir. Seu trabalho como jornalista incomodou primeiro pedófilos, e depois ladrões de carga. Pagou com a vida. É isso que sei e para este artigo, basta.

Enquanto a morte de uma criança tem cobertura midiática de final de campeonato, a do jornalista foi pífia, tímida, quase criminosa. No caso “dos Nardoni”, os efeitos ficarão circunscritos à sua família. No caso de Barbon Filho, as consequências atingem a sua família e a todos nós. A esposa e os filhos do jornalista encontram-se em lugar incerto e não definido. Estão em um programa de proteção à testemunha, sem contato com parentes e amigos. Perderam o pai, o marido e a identidade de vida que tinham. Ele denunciou pessoas que abusam de crianças como Isabella. E de ladrões bem mais perigosos que a imagem vendida de Alexandre.

Qual moral a “classe” jornalística tem hoje? A de língua de aluguel, como define o imaginário popular? Marionetes de políticos? Os “outros interesses” estão acima de sua identidade como profissionais de comunicação nas redações. Narcotizaram a vocação do repórter com dinheiro e inflaram as faculdades com alunos dependentes de vaidades. “Você faz faculdade de jornalismo? Vai aparecer na televisão, hein!” Esquecem que o nome “Comunicação Social” tem um peso bem maior. Por vezes medido com a própria vida.

  5 Responses to “Luiz Carlos Barbon Filho”

  1. Um a um, deixamos nossa identidade de jornalista para assumir a identidade de produtores de conteúdo. Apenas e infelizmente. Assim, não incomodamos mais ninguém…

  2. sensacional!

  3. Primeiramente, parabenizo sua iniciativa de colocar esse portal no ar. Segundo, fiquei muito triste quando soube da morte do repórter Luiz Carlos Barbon Filho. Tinha dois jornais impressos na região serrana sul da grande São Paulo e, não fui morta (Quando fiz matérias denuciando políticos corruptos pois, os daqui não tiveram coragem de mandarem ou fazerem) porém, perseguiram-me tanto com processos, delegacias, ameaças e tudo mais…Que resolvi dar um tempo no impresso e ficar com o Portal de Notícias até mudar a política local. Rezemos para que outros Luiz Carlos Barbon Filho não sejam vitímas do sistema cruel da Comunicação Social, em nosso país, que foi transformada no que é atualmente pela era da televisão (que aí está)…Transformando assassinos maldosos em atração e muito mais!!! Meus parabéns…Vou divulgar seus artigos em meu portal citando a fonte.

  4. Jornalista Marcelo Dias. Seu nome e sua profissão já diz tudo.
    Meus parabéns.

  5. …nossa foi tão dificil me deparar hj com esse artigo,deveria me conter e não me manifestar por segurança de minha familia…Sou sobrinha dessa vitíma da verdade;(Barbon)sem palavras para descrever oq ele foi em nossas vidas!…meus primos,minha tia… hj não sabemos onde estão, como vivem, e dor de ver minha querida vó Isabel longe deles e sem notícias, torna-se td mais dificíl por aki…mts coisas ainda não bem resolvidas envolve esse caso; vivemos com medo do que pode acontecer.
    só esperamos q, quem quer q sejam os culpados, todos, todos mesmo paguem pelo oq fizeram ao meu tio, a sua esposa, seus pais e principalmente aos seus filhos…a vida da nossa familia nunca mais foi a mesma nessa cidade!

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>