Manifesto Trabalhista

 Posted by at 5:32 pm  Sem categoria
jan 202010
 

Reportagem em pdf (clique aqui para baixar/visualizar – 266kb)

(Publicado originalmente na edição “3″, em maio de 2009, primeira quinzena)

Se...

Se lutássemos mais para que fosse possível uma outra relação de trabalho
E empregar alguém não fosse tão caro no Brasil.
Se o imposto sindical fosse pago por escolha do trabalhador e não por obrigação.
Se a falta de objetivo da sociedade não refletisse tanto na natureza
E o equilíbrio sócio-ambiental fosse mais importante que o econômico.
Se o princípio do comércio fosse de justiça social
E não de enriquecimento puro e simples.
Fosse modificada a importância do lucro.
Se os juros de hoje não nos aprisionasse como a inflação de ontem
E eles continuam a ganhar e a ganhar e a ganhar.
Se trabalhar  no que não se gosta não fosse desculpa para que seja malfeito.
Se acreditássemos que retidão de caráter não é mito e deva ser praticada
E que diferentes são melhores juntos, unidos, em contínuo aprendizado.
Se o brasileiro perdesse a vergonha na cara de ser honesto.
Se o caráter do homem público fosse algo a se respeitar
E deixasse de ser motivo e exemplo de tudo que é mais ridículo no país.
Se falta de ética não tivesse como justificativa a realidade de mercado.
Se a politicagem fosse extinta desde o movimento estudantil
E a corrupção tivesse a maior pena prevista em lei.
Se banqueiros mandassem menos que juiz
E certos juízes e políticos  não amassem tanto certo banqueiro.
Se a moralização começasse na esquina de casa
E dentro da câmara de vereadores de cada cidade.
Pois o político que perambula por brasília, caminhava (e caminha)
solenemente na casa do povo de sua terra natal.
Se fosse ensinado nas escolas e faculdades o “sim, você pode questionar”
Ao invés do “sim, você deve somente obedecer”.
Porque se por um lado “ordem é progresso”, liberdade também é transformação.
Se a bandeira fosse amada pelo espírito cívico de nação
E não pela propaganda de campeonatos, drogas lícitas e meios de comunicação.
Se ao invés de nos contentarmos com avanços tecnológicos,
Buscássemos os avanços espirituais.
Porque somos tudo e o tudo é uma coisa só, já diria o poeta.
Se 1º de maio fosse dia de celebração e não de pão e circo
E estas palavras não ficassem só no papel.
Se dependesse só de você…

E só depende. – Dia do trabalho – 1º de maio de 2009




Confira também

coded by nessus

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>